Feirão Limpa Nome pela internet é prorrogado até 15 de dezembro

03/12/2018 19:50:16



O Feirão Serasa Limpa Nome, que permite aos devedores regularizar dívidas em atraso pela internet, para voltar a ter crédito na praça, foi prorrogado até o dia 15 de dezembro. Os descontos podem chegar até 95%. Segundo o Serasa Consumidor — braço da Serasa Experian que faz a conexão entre empresas e consumidores —, até agora o site foi acessado por sete milhões de pessoas. Esse movimento já teria dado origem a 1,9 milhão de negociações, 64% mais do que o total registrado em 2017.

Ao acessar o site, o consumidor é levado a preencher uma cadastro. Depois de finalizado, o usuário é direcionado para uma página na qual estão listadas as dívidas em seu nome que podem ser negociadas, assim como os respectivos credores.

A página também informa os canais de atendimento (telefones, e-mail ou chat) das empresas e, dependendo do caso, até oferece um boleto bancário para a impressão e a quitação do débito. O Serasa Consumidor garante que o ambiente virtual é seguro para quem quer fazer a transação, com proteção dos dados do consumidor.

Participam do feirão on-line empresas como Casas Bahia, Ponto Frio, Santander, Renner, Ipanema, Qualicorp, Porto Seguro, Itaú, Claro, NET, Embratel, TIM, Crefisa, CredSystem, Recovery e Vivo, que oferecem novos prazos de pagamentos e abatimentos para quem quer pagar as contas.

Perfil das dívidas

De acordo com a Serasa Experian, o número de pessoas inadimplentes no país chegou a 61,6 milhões, em outubro deste ano, o que representa um aumento de 1,08% em relação ao mesmo mês de 2017. Naquela época, o total nacional era de 61 milhões de devedores.

O montante total devido em outubro de 2018 chegou a R$ 237,1 bilhões, com uma média de quatro dívidas acumuladas por CPF. Sendo assim, o valor médio devido por pessoa ficou em R$ 3.843.

A maior parte das dívidas envolve bancos e cartões de crédito ((27,3%). Em seguida, aparecem contas de consumo em atraso (energia elétrica, água e gás), respondendo por 19,2% do total. Problemas com telefonia surgem na terceira posição (13,1%).

Mais velhos devem mais

Além disso, segundo o levantamento da Serasa Experian, a maior parte das pessoas com nome sujo está na faixa etária de 41 e 50 anos (19,8% do total). Os mais idosos, acima de 61 anos, ocupam a segunda posição no ranking dos inadimplentes, representando 14,4%.

Os homens também são maioria (50,7% dos devedores), segundo os dados de outubro. Por região, o Sudeste é o campeão de inadimplência. Confira abaixo:

 

 

Fonte Extra










0 Comentário


Faça login na página para fazer um comentário
Entrar