Quatro ônibus são queimados por criminosos na Pavuna, na Zona Norte

02/02/2018 21:22:36



Quatro ônibus foram queimados por criminosos, no início da noite desta sexta-feira, na Pavuna, Zona Norte do Rio, em represália a uma operação da Polícia Militar no Complexo do Chapadão, em Costa Barros. Durante a ação da PM na localidade conhecida como Pirâmide houve confronto e três criminosos foram baleados e socorridos no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes.

 

Ônibus queimados por criminosos na Pavuna
Ônibus queimados por criminosos na Pavuna Foto: reprodução/redes sociais

Segundo a Polícia Militar, com os criminosos foram encontradas três pistolas. Além de PMs do 41° BPM, blindados do 14° BPM e 9° BPM foram deslocados para atuarem na região. Policiais do Batalhão de Choque também foram acionados para conter novas ações criminosas. De acordo com os Bombeiros, o quartel de Ricardo de Albuquerque foi acionado por volta das 18h55 para a Estrada Rio do Pau, próximo ao mercado Vianense.

 

 

O Centro de Operações informou que a Avenida Chrisóstomo Pimentel de Oliveira, conhecida como Rio do Pau, está interditada nos dois sentidos por conta dos ônibus queimados. O COR orienta que os motoristas evitem a região.

 

Nas redes sociais, moradores da região relataram que a situação está tensa no bairro e que ainda são ouvidos tiros nas proximidades da Estrada Rio do Pau.

"Geral em Pânico na saída da Via light em Sentido a Pavuna ! corre, corre, tiros sem poder sair do ônibus. Tenso Aqui", comentou um internauta.

"Deus nos proteja. Muito tiros na Pavuna. Está difícil", escreveu outro internauta.

" A gente sai e quando pensa em voltar, 2 ônibus pegando fogo fechando as vias de acesso a estrada Rio do Pau. Pavuna está um verdadeiro caos. Que Deus nos ajude !"

De acordo com a Fetranspor, até o início da noite quatro ônibus foram incendiados nas imediações do Complexo do Chapadão. Na Estrada Rio do Pau, em Costa Barros, três ônibus faziam as linhas 147I (Nova Iguaçu x Pavuna), 138I (Nilópolis x Caxias) e 779 (Pavuna x Madureira) quando foram atacados por criminosos.

O quarto ônibus, que operava a linha 669 (Pavuna x Méier), também foi incendiado por bandidos na Estrada do Camboatá, em Guadalupe.

"Em 2018, já são sete ônibus incendiados em todo o Estado do Rio, sendo cinco somente na capital. Desde 2016, 142 ônibus foram destruídos no Estado (dos quais 70 na capital). O prejuízo ultrapassa R$ 62 milhões.Com menos ônibus nas ruas, os passageiros são os principais prejudicados. O prazo de reposição de um ônibus pode chegar a seis meses, desde a encomenda até a regularização do veículo. Em seis meses, um ônibus, em média, pode transportar cerca de 70 mil passageiros", diz a Fetranspor, em nota.

 

Fonte Extra










0 Comentário


Faça login na página para fazer um comentário
Entrar