Preso envolvido na morte de cabo da PM em São João de Meriti em fevereiro

Gustavo Ferreira de Oliveira é um dos acusados de ter participado do assassinato do PM Rafael dos Santos Castro, durante operação policial no município

25/07/2018 12:06:24



Morte é apontado como um dos envolvidos pela morte do cabo Rafael

Morte é apontado como um dos envolvidos pela morte do cabo Rafael

Rio - Agentes do 21º BPM (São João de Meriti) prenderam, na noite desta terça-feira, Gustavo Ferreira de Oliveira, conhecido como Morte ou Gú. Ele é apontado como um dos envolvidos no assassinato do cabo da Polícia Militar Rafael dos Santos Castro, no último dia 1º de fevereiro, em São João de Meriti. O suspeito foi detido durante operação da PM na comunidade Buraco Quente, no município da Baixada Fluminense.

Contra Gustavo havia dois mandados de prisão em aberto. Com ele, foram apreendidos dois rádios transmissores e 1.100 cápsulas de cocaína. O caso foi registrado na 54ª DP (Belford Roxo).

O cabo Castro, que era lotado no 21º BPM, morreu após ser baleado na cabeça, no abdômen e na perna durante uma operação contra o roubo de carga dos Correios na comunidade Bacia de Éden, também em São João de Meriti. Ele chegou a ser socorrido, em estado gravíssimo, para a UPA da região, mas não resistiu.

Um outro policial que estava na operação, o sargento Alexandre de Souza Silva, também foi baleado. Ele foi atingido de raspão na cabeça.

O cabo Rafael foi atingido por três tiros durante operação policial 

 

No mesmo dia da morte do cabo Castro, o Disque Denúncia divulgou um cartaz oferecendo recompensa de R$ 5 mil por informações para a prisão dos envolvidos no crime.

Disque Denúncia divulgou cartaz oferecendo recompensa no caso


Entenda >  PM morre baleado em São João de Meriti, na Baixada Fluminense










0 Comentário


Faça login na página para fazer um comentário
Entrar