Preço das passagens de ônibus aumenta e cariocas criticam reajuste

05/02/2018 08:26:13



A passagem de ônibus amanheceu mais cara no Rio de Janeiro. A partir desta segunda-feira, a tarifa passou de R$ 3,40 para R$ 3,60, de acordo com o decreto publicado no Diário Oficial do Rio na última sexta-feira. No início desta manhã, na Central do Brasil, os carros já circulavam com o adesivo indicando o novo valor cobrado. Muitos passageiros criticam o aumento e alegam que os R$ 0,20 pagos a mais todos os dias fazem diferença para quem precisa do transporte público para se deslocar pelo Rio.

— Eu uso Riocard, mas compro do meu bolso e com certeza vou sentir a diferença no fim do mês. São cinco ônibus por dia para ir e voltar do trabalho. Pode parecer pouco, mas se você pensar no valor total depois de 30 dias, aí sim pesa nas finanças.

A medida cumpre uma decisão judicial em ação movida pelos quatro consórcios que operam os coletivos na cidade — Internorte, Santa Cruz, Intersul e Transcarioca. Juntos, eles reinvindicavam que o valor da passagem fosse reajustado para R$ 4, já a partir de janeiro deste ano. Por sua vez, o município do Rio apresentou cálculos da secretaria municipal de Transportes apontando que o valor ideal seria de R$ 3,60.

No entanto, de acordo com os passageiros, o aumento do preço não é acompanhado pela melhoria da qualidade do serviço prestado. O vendedor autônomo Roberto Felix, de 38 anos, diz que concordaria em pagar o valor exigido pelo RioÔnibus, desde que os veículos fossem equipados com ar condicionado, por exemplo, além de considerar os intervalos muito longos. Ele mora no Centro e trabalha em Bonsucesso, na Zona Norte.

— O preço não condiz com a qualidade dos serviços. Daqui a pouco a passagem volta a custar R$3,80 e nem sinal da climatização prometida há anos. O ônibus que eu pego, o 312 (Candelária x Olaria), não tem ar condicionado em nenhum carro. A gente paga caro por um serviço ruim, para passar calor e não ter o mínimo de conforto — diz o vendedor.

Em entrevista ao Bom Dia Rio, da TV Globo, o novo secretário municipal de Transportes, Rubens Teixeira, destacou que o sistema de ônibus no Rio pode ser considerado um caos e que não ha fiscalização que dê jeito nessa desordem. Segundo ele, o prefeito Marcelo Crivella deu um prazo de 30 dias para que ele encontre uma solução. Teixeira voltou a reforçar a ideia da consultoria que irá encontrar o valor ideal da passagem. Além disso, segundo o secretário, a prefeitura irá cobrar a climatização de toda a frota, em um prazo que deverá ser definido judicialmente.

Segundo o Rio Ônibus, o congelamento da tarifa imposto pela prefeitura vem reduzindo gradativamente a capacidade das empresas de investir em manutenção e renovação da frota. O sindicato questiona ainda que a decisão do município em desrespeitar o contrato de concessão compromete a qualidade do serviço, podendo levar ao colapso o sistema de ônibus, responsável por transportar 4 milhões de pessoas por dia.

DUAS REDUÇÕES EM MENOS DE TRÊS MESES

O valor das tarifas sofreu duas reduções de preço no ano passado por causa de uma divergência entre os consórcios, a prefeitura e o Ministério Público do Rio. Em agosto, a desembargadora Mônica Sardas considerou abusivo o aumento determinado no Decreto Municipal 39.707/2014 e reduziu a passagem de R$ 3,80 para R$ 3,60, alegando que o aumento do valor em 2015 foi maior do que o estabelecido no contrato.

Em novembro, em outra decisão, a juíza Luciana Losada Lopes, considerou também abusivo o reajuste previsto no Decreto Municipal 41.190/2015, e o valor caiu para R$ 3,40. O Ministério Público entendeu que o reajuste concedido pelo ex-prefeito Eduardo Paes no fim de 2014 também foi abusivo. Segundo o MP, na fórmula de cálculo da tarifa, estava incluído o custo para renovar a frota com a obrigatoriedade de que os novos coletivos fossem equipados com ar-condicionado. O repasse dessa despesa, no entanto, não era previsto no contrato de concessão e as empresas recorreram.

 

Fonte Extra










0 Comentário


Faça login na página para fazer um comentário
Entrar