"Novo órgão" do corpo humano pode ajudar na cura do câncer

O interstício é uma rede de fluidos descoberta por cientistas americanos. O tecido pode ajudar a entender como as células cancerígenas se espalham na metástase

31/03/2018 10:17:24



 

 

Uma rede cheia de fluidos que se esconde entre as camadas da pele foi descoberta por cientistas americanos. O interstício pode se tornar o novo órgão do corpo humano e ser a chave para a cura do câncer

O tecido encontrado nos pulmões, sistema digestivo, sistema urinário, além de músculos e vasos que estão ao redor deles. Cerca de 20% dos fluidos do corpo passam por essa rede

O tecido encontrado nos pulmões, sistema digestivo, sistema urinário, além de músculos e vasos que estão ao redor deles. Cerca de 20% dos fluidos do corpo passam por essa rede

 

Pesquisadores da Universidade de Nova York descobriram o órgão por acaso, enquanto analisavam um caso comum de câncer durante um estudo que já dura três anos

Pesquisadores da Universidade de Nova York descobriram o órgão por acaso, enquanto analisavam um caso comum de câncer durante um estudo que já dura três anos

 

 

Até hoje, acreditava-se que só existia uma densa camada de tecido no local em que o interstício foi encontrado

Até hoje, acreditava-se que só existia uma densa camada de tecido no local em que o interstício foi encontrado

 

Achar o interstício foi possível graças a uma nova tecnologia que permite ver tecidos vivos em nível microscópico

Achar o interstício foi possível graças a uma nova tecnologia que permite ver tecidos vivos em nível microscópico

 

A densidade da estrutura é tão grande que o tecido não se rompe, mesmo após anos de vida. Por isso, é provável que ele também seja responsável por absorver pancadas e choques, protegendo outros órgãos do corpo

A densidade da estrutura é tão grande que o tecido não se rompe, mesmo após anos de vida. Por isso, é provável que ele também seja responsável por absorver pancadas e choques, protegendo outros órgãos do corpo

 

 

Estudar a fundo essa descoberta pode levar ao entendimento de como os fluidos do corpo atuam na metástase, quando as células do câncer se espalham

Estudar a fundo essa descoberta pode levar ao entendimento de como os fluidos do corpo atuam na metástase, quando as células do câncer se espalham

 

 

Segundo os pesquisadores, rastrear esse processo ajudaria a impedir o avanço da doença ou até mesmo curá-la

Segundo os pesquisadores, rastrear esse processo ajudaria a impedir o avanço da doença ou até mesmo curá-la

 

 

'Agora que sabemos o caminho que o câncer faz no nosso corpo, podemos entrar lá, identificar o trajeto das células e fazer algo para interferir nisso', explica Neil Theise, um dos patologistas da Escola de Medicina da Universidade de Nova York

"Agora que sabemos o caminho que o câncer faz no nosso corpo, podemos entrar lá, identificar o trajeto das células e fazer algo para interferir nisso", explica Neil Theise, um dos patologistas da Escola de Medicina da Universidade de Nova York

 

 

Para oficializar o interstício como um órgão do corpo humano, é preciso um consenso entre a comunidade científica.

Para oficializar o interstício como um órgão do corpo humano, é preciso um consenso entre a comunidade científica.

Foto: Reprodução/Record TV










0 Comentário


Faça login na página para fazer um comentário
Entrar